é varejo morto

Desde a primeira criação datada de shoppings de varejo nos anos 1950 até os mais de 1.200 shoppings existentes atualmente. Uma coisa é inegável. Os shoppings deram um impulso às empresas como nunca antes, abrindo todo o processo de compra e distribuição do consumidor. Também conhecido como varejo. Então por que mais de cem fecharam na última década com um adicional de 300 previstos para fechar a loja nos próximos 5 anos? Esta pode ser uma questão dificultosa nas mentes dos empresários. Mas uma coisa é certa. O marketing de varejo pode ter mudado, mas está longe de estar morto.

Considera-se que o marketing de varejo on-line contribuiu muito para isso. Com a mudança na mudança do comportamento do usuário e o avanço das tecnologias, o varejo físico simplesmente não é visto como o puxador de multidões que já foi. Em vez disso, o marketing de varejo mudou on-line e deu origem ao comércio eletrônico ou ao marketing de varejo on-line, conforme nos referimos a ele neste artigo.

Ninguém sabe o que o futuro reserva aos shoppings de varejo como uma sombra do que eles eram há algumas décadas. Não apenas as lojas, mas os desenvolvedores de tais propriedades estão dando peso igual aos ímãs de multidão, como jogos de arcade, comida, áreas residenciais e assim por diante.

Este foi o pensamento exato por trás do mais recente teste da Office Depot. Em alguns dos seus mercados urbanos, eles estão pilotando um programa que converte parte de seu espaço de varejo em escritórios de co-trabalho. Na esperança de que, com mais pessoas nesse período, elas eventualmente aumentem suas vendas nas lojas.

Não podemos prever o que o futuro reserva para o varejo, mas até que as coisas aconteçam, vamos ajudar os empresários com o que eles precisam se preocupar agora. Ou seja, ter um plano de marketing on-line de varejo pronto para seus negócios.

As empresas hoje certamente precisam se adaptar ao comportamento de compra do consumidor em mudança. Mudança de transações realizadas em lojas de varejo físicas para transações que ocorrem exclusivamente em sites de empresas.

O comércio eletrônico revolucionou uma indústria que está morrendo e permitiu que um modelo mais robusto e dinâmico ocupasse seu lugar. Nós escavamos alguns dados de consumidores e encontramos este interessante depoimento de frequentadores de shoppings em 1999 comparado com os de 2016.

Os frequentadores do shopping em 1999 – “Adoramos ir ao shopping nos finais de semana. Não só gostamos de fazer compras de marcas exclusivas, mas também fazemos um dia com comida e entretenimento. ”

Frequentador de shopping em 2016 – “quase nunca saio para fazer compras. Por que nós quando eu posso pegar o mesmo material muito mais barato e tudo enquanto estou sentado no meu sofá, tomando uma Coca-Cola. ”

O marketing de varejo não é o mesmo com o digital no mix agora. As empresas precisam debater novas formas de capturar seus clientes em um espaço de varejo on-line. Pode absolutamente ser uma tarefa desafiadora.

Os donos de empresas estão competindo hoje com outros varejistas, não apenas em sua própria vizinhança, mas também a centenas de varejistas, às vezes milhares de quilômetros de distância. Isso tornou o marketing de varejo extremamente difícil.vendas de varejo onlineFonte: CNBC

O comportamento de compra e as preferências do consumidor mudaram porque a tecnologia evoluiu. Ferramentas móveis, websites sofisticados e tecnologias mais recentes deram aos compradores mais opções com gratificação quase instantânea. Isso, por sua vez, aumentou a demanda por empresas que não apenas vendem on-line, mas também promovem suas marcas por meio de múltiplos canais. A fim de permanecer relevante, os varejistas devem utilizar táticas de marketing digital para alcançar o número máximo de pessoas.

Você sabia? Em média, os consumidores estão gastando mais de US $ 450 bilhões em compras de varejo online. Um aumento de cerca de 15% ano após ano. Um fato que se infiltrou em empresas como a IKEA, o Walmart e, claro, a Amazon.

Hoje, o mercado evoluiu e foi completamente digitalizado. Eles não estão mais olhando para anúncios em seu jornal local e correndo para a loja mais próxima para comprar o produto que viram.

Em vez disso, hoje os usuários estão conectados em pelo menos três dispositivos a qualquer momento. Telefones celulares, laptops, dispositivos de assistência domiciliar, sistemas wifi para carros e assim por diante. Eles são segmentados com anúncios específicos em todos eles. Onde você acha que sua empresa terá uma chance se você ainda não tiver uma presença de varejo on-line? Esse desafio exclusivo para os profissionais de marketing se transformou em várias oportunidades e pontos de contato que precisam ser explorados.

Nossa equipe de especialistas digitais está pesquisando continuamente o marketing de comércio eletrônico e compartilhando suas pesquisas com aqueles que visitam nosso blog. Nós destacamos tópicos como nosso top ideias de marketing de comércio eletrônico e as melhores maneiras de promover produtos online. Nós dividimos tudo em uma linguagem que os donos de empresas podem facilmente relacionar.

Avanços marketing de emailPor exemplo, por um lado, permite que os usuários permaneçam acessíveis em todos os momentos. Isso, por sua vez, deu aos profissionais de marketing uma vantagem de usar técnicas diferentes para alcançar os usuários em momentos oportunos – como enviar um e-mail com desconto na hora do almoço.

marketing por e-mail de varejo

O marketing de mídia social, por outro lado, é um animal diferente de se capturar. Aqui, os usuários não estão querendo comprar diretamente de você, mas sim procurando um “amigo” que entenda suas necessidades e que expresse suas preocupações. Nossos posts anteriores como o que postar no Instagram aborda apenas isso. Compartilhamos com você exatamente o que seus usuários querem ver de você nas mídias sociais.

Depois, há aspectos técnicos do marketing de varejo como atualizando seu site para SEO. A implementação de uma estratégia de SEO forte instruirá os mecanismos de pesquisa a listar seu website no Google quando determinadas palavras-chave relacionadas à sua empresa forem pesquisadas pelos usuários. Isto é um tática de marketing de longo prazo Isso pode ser alcançado por alguns esforços de back-end e nossa equipe está aqui para obter esses resultados para o seu negócio. Você pode ver nosso Serviços de SEO aqui projetado especificamente para varejistas on-line.

Também recomendamos que nossos clientes considerem Anúncios de compras do Google se eles quiserem que seus produtos sejam exibidos para pesquisas de produtos específicas feitas por usuários.

Esses são apenas alguns serviços que ajudarão a enriquecer seus esforços de marketing de varejo on-line e permitirão que você aumente não apenas as vendas de sua empresa, mas também aumentar a notoriedade da marca. No restante deste artigo, queremos destacar as 9 melhores maneiras de impulsionar seus negócios por meio do marketing de varejo on-line.

Como mencionado acima, o marketing de varejo mudou com a mudança do comportamento do consumidor. Os próximos parágrafos abordam as 9 melhores maneiras de conduzir seu marketing de varejo on-line agora. Sinta-se à vontade para parar e Converse conosco para ver como essas ideias podem ser personalizadas para se adequarem ao seu negócio.

  1. O surgimento de sites específicos de comércio eletrônico

design de site de marketing de varejo

O marketing de varejo passou de lojas físicas para sites on-line. Um que os usuários podem acessar diretamente da palma da mão.

Ao contrário do hype, sentimos que o varejo não está morto. Nós apenas acreditamos que o marketing de varejo mudou de mãos. Da comunicação em massa envolvendo mídias tangíveis, como jornais locais e lojas físicas. Para uma comunicação muito mais personalizada baseada em aprendizado de máquina e algoritmos de computador.

Com essa mudança de marés de negócios, houve um aumento repentino na criação de sites com base em uma coisa e uma coisa sozinha – marketing de varejo on-line. Nós entendemos que o aspecto mais importante para você é vender seu produto. Com a premissa de interação física do cliente na frente da loja já fora da equação, tornou-se cada vez mais necessário ter um site que permite aos clientes fazer transações on-line. Direito de seleção, descontos e pagamentos para entrega e envio. Nesse cenário, basear seu site em provedores como o Shopify torna mais fácil do que nunca gerenciar tudo isso.

Outro aspecto importante junto com a escolha de sua plataforma de vendas é design criativo. Você quer um design do site de comércio eletrônico que não apenas complementa seu produto, mas também fornece uma experiência de usuário simples, mas eficaz. E nossa equipe de designers gráficos pode ajudá-lo a conseguir exatamente isso. Temos um histórico comprovado de ajudar os proprietários de empresas a criar projetos de websites totalmente personalizados para seus negócios de comércio eletrônico.

  1. Comunicações de email segmentadas

Quando se trata de alcançar clientes em tempo real e segmentar segmentos de clientes específicos, marketing de email é uma das táticas de marketing de varejo on-line mais eficazes disponíveis para os proprietários de empresas. Uma recente campanha de e-mail baseada em marketing de varejo na qual trabalhamos é o exemplo perfeito para citar aqui. Depois de segmentar os clientes de varejo com base nos valores de seus pedidos, os segmentamos com as ofertas de produtos premier recém-lançadas de nossos clientes.

marketing de varejoComo os clientes-alvo já eram metas de alto valor (com base em gastos anteriores), a campanha de marketing de varejo baseada em email conseguiu gerar receita adicional de upsell para o cliente sem descontos ou códigos promocionais. Além disso, vinculamos uma campanha por e-mail a pessoas que abandonaram seus carrinhos antes de concluir a compra. Esse toque adicional gerou uma receita excedente de US $ 30.000 apenas com apenas quatro lembretes.

  1. Usando Mídias Sociais para Marketing de Varejo

anúncios de marketing de varejo

Se você é um ávido leitor de nossos posts, sabe que falamos sobre o conceito de venda social

sendo uma das melhores ideias de marketing de comércio eletrônico para impulsionar suas vendas on-line.